<$BlogRSDURL$>
Avenida dos Aliados
sexta-feira, junho 18, 2004
  Dois meses depois.
"O sotaque do Porto é também um léxico especial (carapins, cimbalino, morcão, trengo, bufar, andrade...) e é, sobretudo, o uso franco e desenvolvido da Língua Portuguesa." - Arnaldo Saraiva

Ontem, o Avenida dos Aliados celebrou dois meses de existência. Obrigado a todos que por aqui passam diariamente comentando, criticando ou simplesmente acompanhando as nossas divagações.
Temos tentado ser uma janela sobre o Porto. Ainda que me pareça que faltam mais olhares acutilantes sobre a cidade, não temos a pretensão de ser a única fenda aberta por onde se pode perscrutar a Invicta. Esta janela é a nossa, carregada de subjectividades apaixonadas. Por isso, queremos, acima de tudo, ser o sotaque do Porto onde a memória da cidade e o gosto pela escrita se fundem. JRP
 

quarta-feira, junho 16, 2004
  Para os Eurocépticos.
Ainda há pouco, a Praça da Ribeira estava assim.
O futebol tem enchido as ruas da Invicta de alegria. Pela Ribeira naveguei entre Gregos, Suecos, Espanhóis, Alemães, Holandeses,... num fair-play assinalável em que o hino português ou a "Marselhesa" são entoados por todos com o mesmo espírito de patriotismo. O comércio fervilha e os sorrisos balançam desmesurados por entre as ruelas graníticas junto ao Douro, em plena noite de quarta-feira.
Eu adoro o futebol! JRP
P.S. - Esse parolo brasileiro demorou a perceber que o melhor central do planeta e um dos cinco melhores playmakers do futebol mundial não podiam ficar no banco de uma selecção de um país periférico da Europa. Agora, muito deve ele lamentar a ausência do guarda-redes Campeão da Europa de Clubes e de um centro campista com a categoria do Pedro Mendes. No jogo com a Espanha, veremos se não tenho razão.
 

terça-feira, junho 15, 2004
  Laranja.
A simpatia de um amigo de longa data proporcionou-me a participação num dos jogos mais desejados da primeira fase do Euro, o Alemanha - Holanda.
Acabei por me sentir um estrangeiro na minha casa. O meu Dragão parecia uma enorme Laranjeira carregada de frutos que ofuscavam, com a sua cor intensa, o azul profundo do estádio. Depois de um jogo animado com uma plateia entusiasmante e da estreia na linha Trindade-Dragão, acompanhei a lava laranja, que jorrava do vulcão draconiano, pelas ruas da Invicta. Que final de tarde magnífico... Um sentimento cosmopolita dentro da minha cidade com sabor a Trinaranjus.
Dizem as más linguas que quando o Rui Rio viu esta imagem terá pensado que finalmente os azuis e brancos se teriam vergado à sua interminável sapiência. E antes de se deitar, às tardias 22h, ainda comentou com a esposa:
- Abre lá a garrafa de Fastio. Em momentos como este, sabe bem fazer umas loucuras. Hoje não há água da torneira para ninguém cá em casa - comentou, o mãos largas, bem humorado. JRP
 

segunda-feira, junho 14, 2004
  Largo do Padrão das Almas.
Planta Redonda do Porto de 1813, por Balck.
O extracto cartográfico é retirado da mais antiga planta da cidade e representa uma área que, hoje em dia, é vulgarmente designada como São Lázaro. Nela podemos constatar a presença do rectângulo onde, 20 anos mais tarde, se iria construir o Jardim de São Lázaro, após o Cerco do Porto. De entre as nótulas toponímicas salienta-se uma Rua Direita que, na altura, correspondia à actual Rua de Santo Ildefonso.
Todo este espaço é consequência de um dos raios que divergem do núcleo urbano medieval do Porto, construído ao longo de séculos através de morosos e significativos processos, contrários à actual rapidez e efemeridade da vida. Um desses processos tem origem na estrada que saía do Porto em direcção a Arrifana do Sousa (Penafiel) e que era marcada pela presença de um conjunto de cruzeiros que ofereciam protecção aos viajantes. Já aludimos aqui, no Avenida dos Aliados, a um destes cruzeiros que fazia parte deste trajecto, o Senhor da Consolação (aqui e aqui), e que hoje está abandonado num canto do cemitério do Bonfim.
Palavras exageradas as minhas... não está abandonado. Está acompanhado pelo Senhor do Divino Amor e Almas, também ele parte desse percurso antigo que, no canto imediato do cemitério, jaz inerte e esquecido.
Este cruzeiro, o mesmo da fotografia do post X marks the spot, estava localizado no Largo do Padrão, lugar este que figura no centro do extracto da planta do Porto acima colocada.
Em 1813, o Largo do Padrão era ainda um local rústico, mas que já funcionava como um nó importante de divergência de arruamentos. Essa característica foi adensada pelas transformações oitocentistas do espaço, não só nas regularizações e melhoramentos mas também na abertura da Rua Duqueza de Bragança, actual D. João IV.
Tal como no Largo da Ramadinha (que figura na imagem com o número 26), julgo que é incompreensível a degradação patrimonial que lhe foi incutida, primeiro com a retirada do cruzeiro em 1869, e depois com todas as adulterações ao longo do século XX, que incluíram a remoção de uma antiga fonte no gaveto entre a Rua de Coelho Neto e a de Santo Ildefonso.
Quando passo ao volante naquele Largo, amaldiçoo-me! Como é que nos deixamos dominar pela máquina? Como é que permitimos que espaços como aquele se transformassem num canal de escoamento de Renaults, Opeis, Toyotas...? Como é que pouco ou nada fazemos para o mudar e valorizar o que é nosso? Como é que deixamos o Senhor da Consolação, do século XV, e o Senhor do Divino Amor e Almas, do século XVI, desamparados, desprotegidos e desterritorializados?
Antes de me deitar, faço birra. Beicinho para fora e bochechas apoiadas nas palmas das minhas mãos. É então que murmuro sozinho: "Eu quero o cruzeiro no largo". Eu consigo ser mesmo insuportavelmente pueril. JRP
 

domingo, junho 13, 2004
  O Porto é uma festa.
"Se, na juventude, você teve a sorte de viver na cidade do Porto, ela o acompanhará sempre até ao fim da sua vida, vá você para onde for, porque o Porto é uma festa móvel." - Ernest Hemingway, Paris é uma festa (adaptado)

O Porto coloriu-se nestes dias. A festa do Euro e a chegada de estrangeiros cosmopolitizou uma cidade intrinsecamente fechada.
Neste fim-de-semana, algures entre Paris e a Fiesta de San Firmin, o Porto pareceu-me passear no fio da navalha, muito próximo da euforia total, perdido na próxima esquina onde uma paixão se desenvolve.
Ainda que estranho, o Porto deliciou-me como uma mão-cheia de cerejas. JRP
 

  Pedido de Desculpa
às Selecções e respectivos adeptos da Suíça e da Croácia, com um abraço muito especial a Vogel, que não merecia o que lhe fizeram. MBP
 

Do Porto, pelo Porto, para o Mundo.
A Praça Nova está de volta!
Que trema o país...
Blog gerido por Jorge Ricardo Pinto (JRP) e Mário Bruno Pastor (MBP). Qualquer dúvida, insulto, comentário ou tentativa de extorsão, contactar: aliados.blog@portugalmail.pt

Arquivo
2004/04/11 - 2004/04/17 / 2004/04/18 - 2004/04/24 / 2004/04/25 - 2004/05/01 / 2004/05/02 - 2004/05/08 / 2004/05/09 - 2004/05/15 / 2004/05/16 - 2004/05/22 / 2004/05/23 - 2004/05/29 / 2004/05/30 - 2004/06/05 / 2004/06/06 - 2004/06/12 / 2004/06/13 - 2004/06/19 / 2004/06/20 - 2004/06/26 / 2004/06/27 - 2004/07/03 / 2004/07/04 - 2004/07/10 / 2004/07/11 - 2004/07/17 / 2004/07/18 - 2004/07/24 / 2004/07/25 - 2004/07/31 / 2004/08/01 - 2004/08/07 / 2004/08/08 - 2004/08/14 / 2004/08/15 - 2004/08/21 / 2004/08/22 - 2004/08/28 / 2004/08/29 - 2004/09/04 / 2004/09/05 - 2004/09/11 / 2004/09/12 - 2004/09/18 / 2004/09/19 - 2004/09/25 / 2004/09/26 - 2004/10/02 / 2004/10/03 - 2004/10/09 / 2004/10/10 - 2004/10/16 / 2004/10/17 - 2004/10/23 / 2004/10/24 - 2004/10/30 /

ADETURN
AEP
Agenda do Porto
ANE
ANJE
APOR
Área Metropolitana do Porto
Arquivo Distrital do Porto
Associação Comercial do Porto
Associação das Universidades da Região Norte
Associação do Porto de Leixões
Associação de Amigos dos Animais do Porto
Ateneu Comercial do Porto
Boavista Futebol Clube
Câmara Municipal do Porto
CCRN
Coliseu do Porto
Conservatório de Música do Porto
DREN
Eixo Atlântico
Exponor
Fantasporto
Federação Académica do Porto
Feira do Livro do Porto
FDZHP
Fundação Serralves
Futebol Clube do Porto
Governo Civil do Porto
Instituto Politécnico do Porto
Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto
Instituto Orff do Porto
Jornal de Notícias
Jornal Digital do Norte
Jornal Voz Portucalense
Metro do Porto
ntv
O Comércio do Porto
O Jogo
O Norte Desportivo
O Primeiro de Janeiro
Palácio da Bolsa
Porto Convention Bureau
Porto de Partida
Porto Digital
Porto Tours
Porto Turismo
Porto XXI
Porto 2001 - Casa da Música
Rádio Nova
SMAS
Sport Club do Porto
Sport Comércio e Salgueiros
STCP
Teatro de Marionetas do Porto
Teatro Nacional São João
Tribunal da Relação do Porto
Universidade do Porto

Blogs
A Baixa do Porto
A bordo
Abrupto
A Chama do Dragão
Acuso! "1"
Adufe.pt
Alberto Velasquez
A Montanha Mágica
A Nicotina do Sonho
A Outra Margem
Avatares de um Desejo
Aviz
Azia do dia
Barnabé
Bateria da Vitória
BioTerra
Blasfémias
Blog de Esquerda (II)
Blogoexisto
Blogopédia
Bloguida
Cabo Raso
Carago... sim, Carago!
Causa Liberal
Cine-Teatro Avenida
Comboio Azul
cravo e canela
Critica do Norte
Cruzes Canhoto
Curva
Daedalus
desNorte
Dias com Árvores
Do Portugal Profundo
Educação Accionária
encapuzado extrovertido
Esperança Portista