<$BlogRSDURL$>
Avenida dos Aliados
sábado, junho 12, 2004
  Passatempo

Identifique os muitos paralelismos. MBP
 

sexta-feira, junho 11, 2004
  X marks the spot.
Ao passar ontem pela Cordoaria e espreitando as obras que decorrem no tramo final (ou inicial?) da Rua da Restauração, reparei que o antigo gradeamento de ferro foi retirado. No final do século XIX, entre o Largo do Viriato e o Jardim da Cordoaria, foi colocado o referido gradeamento, no lado oposto ao do Hospital de Santo António, com a estranha justificação de evitar a sucessão de suicídios que ali supostamente se haviam verificado.
A grade foi ficando... lentamente ganhou a coloração avermelhada da ferrugem que se cruzava com o esverdeado da pintura, muito adequada ao momento eufórico nacional que se vive. Não deixa, por isso, de ser curioso que tenha sido por esta altura que se tenha retirado aquele elemento que, mais do que uma barreira, funcionava também como decoração urbana.
Por falar em remoções despropositadas, aqui fica mais uma das importantíssimas peças perdidas do Porto que ajudam a explicar a morfologia urbana dos nossos lugares. E já agora, à imagem do que sucedeu com o Senhor da Consolação neste post aqui, deixem as vossas sugestões sobre o lugar em questão na caixa dos comentários. JRP
 

quinta-feira, junho 10, 2004
  Lembrar os nossos. (7)
Não resisto a colocar este excerto de Ramalho Ortigão. Uns dirão que fomenta a discórdia e a rivalidade inócua entre diferentes regiões do país. Eu, ignóbil personagem mesquinha, adoro o texto. Para mim, esta acicatez bem humorada só nos fortalece a todos.

"(O portuense) não gosta de Lisboa. Não gosta da polícia. Não gosta da autoridade.
Da autoridade vinga-se, desprezando-a.
Da polícia vinga-se, resistindo-lhe.
De Lisboa vinga-se, recebendo os lisboetas com a mais amável hospitalidade e com a mais obsequiada bizarria
" - Ramalho Ortigão
(mais info aqui). JRP
 

quarta-feira, junho 09, 2004
  Voto de Pesar
Conduzia em plena VCI, acompanhando uma série de notícias estranhas. Uma catadupa de ruído até ao desenlace final, seco e demasiado directo: - Chega-nos a informação que o Professor Sousa Franco acaba de morrer.
Magoa-me viver num país que mata desta forma aqueles que lhe são mais dedicados. MBP
 

  Vénus.
Montmartre, Paris, 1887, Vincent Van Gogh
O triangular mistério da Praça Carlos Alberto ouviu-te cantar e desceu suavemente pelos teus cabelos, passeando-se nervoso pelos teus lábios iluminados.
Lá em cima, Sol e Vénus amavam-se platonicamente num verso perdido de Wilde, enquanto eu te bruscamente eclipsava, invadindo-te com a minha sombra.
Agora sim, entendo o significado cósmico da sonora Jupiter Crash. Nem mesmo a gravidade nos separará. JRP
 

  Ocidental Praia Lusitana.
A auto-estima dos portugueses é uma coisa assombrosa. Basta um brasileiro com tiques ditatoriais nos pedir para pormos a bandeira nacional na janela que imediatamente desperta em todos nós um profundo sentido patriótico. Esse sentimento é de tal forma intenso que ainda retribuímos com um salário principesco.
No Brasil, a situação é acompanhada com curiosidade. Ainda ontem, no Palácio do Planalto em Brasília, um alto funcionário governamental brasileiro comentava: "Isso foi a paga pelo Militão... espera inté ocês ver a vingança pelo Roberto Leal".
Segundo apurou o Avenida dos Aliados, o cerebral Ministério da Defesa Nacional já contactou Gilberto Gil e Caetano Veloso para que nos venham ensinar a cantar "A Portuguesa" a tempo da inauguração do Euro 2004. JRP
 

terça-feira, junho 08, 2004
  Largo da Ramadinha.
Foi a partir da janela do antiquíssimo Café Tijuca que vi, no passado Domingo, a corrente humana que, nos dias que correm, vem frequentando a baixa. Sentei-me quedo e calado junto ao vidro e deixei-me empurrar pelo movimento descendente até Santa Catarina, Passos Manuel abaixo.
O Porto Central anda diferente... senti-o na passada semana quando, em passeio pela Ribeira na companhia do aliado PCS, vi as esplanadas da Praça do Cubo repletas até horas menos comuns; constato-o nos espaços de encontro da baixa que se deixam ficar abertos até tarde como o café do Rivoli, a nova Brasileira, o Café di Roma ou o renovado Guarany; percebo-o através das multidões que saem aos magotes do Coliseu ou do Teatro Sá da Bandeira após as actuações teatrais.
Mas foi depois do Tijuca e de Santa Catarina que passei pelo vetusto Largo da Ramadinha, velho recanto tripeiro, que entre os Poveiros e o oitocentista Jardim de São Lázaro vai sobrevivendo atulhado de carros, lixo e esquecimento. Pois bem, foi ali naquele amargurado largo que, durante séculos, o cruzeiro do post anterior repousou tranquilo até que, em 1869, foi retirado do seu lugar de origem para o cemitério do Bonfim. Lá, o cruzeiro do Senhor da Consolação, olvidado por todos, serve causa nobre... um dos seus braços ostenta, por vezes, a mangueira da empregada das limpezas do cemitério.
Sempre que posso vou vê-lo triste, olhando para o ocaso, dando-lhe a ele o Consolo para o qual foi feito. Pobre sina a da cruz florida gótica que, em tempos idos, sustentava a Via-Sacra para Oriente, através da velha "Estrada do Pão", em direcção a Valongo e Arrifana do Sousa (actual Penafiel).
É tristeza, mas também vergonha, o que sinto quando, passeando pela vizinha Galiza, por Pontevedra, Ourense ou Santiago, aprecio o arranjo das tripas urbanas e essa nobre e descomplexada paixão pelo património histórico, quer seja religioso ou não.
Antes de me deitar, por entre o pestanejar sonolento de um dia cansativo, imagino o Largo da Ramadinha sem carros, nem lixo, regularizado e arborizado, com o cruzeiro no seu centro. Provavelmente, já estarei a sonhar... JRP
 

segunda-feira, junho 07, 2004
  Cruzeiro.

O tardio da hora e a preguiça de fim-de-semana impedem-me de dissertar um pouco sobre este cruzeiro portuense. Amanhã, entrando no ritmo semanal de trabalho, abordarei a história em torno desta peça belíssima que, até meados do século de oitocentos, ornamentava um dos espaços centrais da nossa cidade.
Entretanto, entretenham-se a adivinhar o dito local. Posso apenas adiantar que este cruzeiro esteve lá durante cerca de 400 anos. Deixem as sugestões nos comentários! JRP
 

Do Porto, pelo Porto, para o Mundo.
A Praça Nova está de volta!
Que trema o país...
Blog gerido por Jorge Ricardo Pinto (JRP) e Mário Bruno Pastor (MBP). Qualquer dúvida, insulto, comentário ou tentativa de extorsão, contactar: aliados.blog@portugalmail.pt

Arquivo
2004/04/11 - 2004/04/17 / 2004/04/18 - 2004/04/24 / 2004/04/25 - 2004/05/01 / 2004/05/02 - 2004/05/08 / 2004/05/09 - 2004/05/15 / 2004/05/16 - 2004/05/22 / 2004/05/23 - 2004/05/29 / 2004/05/30 - 2004/06/05 / 2004/06/06 - 2004/06/12 / 2004/06/13 - 2004/06/19 / 2004/06/20 - 2004/06/26 / 2004/06/27 - 2004/07/03 / 2004/07/04 - 2004/07/10 / 2004/07/11 - 2004/07/17 / 2004/07/18 - 2004/07/24 / 2004/07/25 - 2004/07/31 / 2004/08/01 - 2004/08/07 / 2004/08/08 - 2004/08/14 / 2004/08/15 - 2004/08/21 / 2004/08/22 - 2004/08/28 / 2004/08/29 - 2004/09/04 / 2004/09/05 - 2004/09/11 / 2004/09/12 - 2004/09/18 / 2004/09/19 - 2004/09/25 / 2004/09/26 - 2004/10/02 / 2004/10/03 - 2004/10/09 / 2004/10/10 - 2004/10/16 / 2004/10/17 - 2004/10/23 / 2004/10/24 - 2004/10/30 /

ADETURN
AEP
Agenda do Porto
ANE
ANJE
APOR
Área Metropolitana do Porto
Arquivo Distrital do Porto
Associação Comercial do Porto
Associação das Universidades da Região Norte
Associação do Porto de Leixões
Associação de Amigos dos Animais do Porto
Ateneu Comercial do Porto
Boavista Futebol Clube
Câmara Municipal do Porto
CCRN
Coliseu do Porto
Conservatório de Música do Porto
DREN
Eixo Atlântico
Exponor
Fantasporto
Federação Académica do Porto
Feira do Livro do Porto
FDZHP
Fundação Serralves
Futebol Clube do Porto
Governo Civil do Porto
Instituto Politécnico do Porto
Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto
Instituto Orff do Porto
Jornal de Notícias
Jornal Digital do Norte
Jornal Voz Portucalense
Metro do Porto
ntv
O Comércio do Porto
O Jogo
O Norte Desportivo
O Primeiro de Janeiro
Palácio da Bolsa
Porto Convention Bureau
Porto de Partida
Porto Digital
Porto Tours
Porto Turismo
Porto XXI
Porto 2001 - Casa da Música
Rádio Nova
SMAS
Sport Club do Porto
Sport Comércio e Salgueiros
STCP
Teatro de Marionetas do Porto
Teatro Nacional São João
Tribunal da Relação do Porto
Universidade do Porto

Blogs
A Baixa do Porto
A bordo
Abrupto
A Chama do Dragão
Acuso! "1"
Adufe.pt
Alberto Velasquez
A Montanha Mágica
A Nicotina do Sonho
A Outra Margem
Avatares de um Desejo
Aviz
Azia do dia
Barnabé
Bateria da Vitória
BioTerra
Blasfémias
Blog de Esquerda (II)
Blogoexisto
Blogopédia
Bloguida
Cabo Raso
Carago... sim, Carago!
Causa Liberal
Cine-Teatro Avenida
Comboio Azul
cravo e canela
Critica do Norte
Cruzes Canhoto
Curva
Daedalus
desNorte
Dias com Árvores
Do Portugal Profundo
Educação Accionária
encapuzado extrovertido
Esperança Portista