<$BlogRSDURL$>
Avenida dos Aliados
sexta-feira, outubro 01, 2004
  A leste do desenvolvimento.
A margem direita do Douro, a montante da Ponte Luís I, num final de tarde de Maio de 2004.
A maior virtude da nova e discreta Ponte do Infante reside na possibilidade de a desfrutar como uma nova varanda sobre o Porto e, em particular, sobre a vertente esquecida para lá da ponte de ferro que Seyrig projectou.
As cores garridas proporcionadas pela tangente próxima do Astro Rei à linha do horizonte maquilham a incontornável paisagem desoladora que a nova varanda desvenda. Sob os meus pés, observo uma escadaria desenhada para Gulliver, onde o casario liliputiano se amontoa, velho, esquecido e, em grande parte, abandonado.
Lá em baixo, onde se coloca o primeiro degrau, os carros passam céleres e cegos à paisagem potencial deste espaço, olvidados do objectivo turístico que impulsionou a construção da Avenida Gustav Eiffel, no final da década de 40, do século XX.
Na passada seguinte, vertente acima, pisamos a antiga linha da Alfândega que, depois de desmantelada, viu-se desamparada e desprotegida, nunca tendo sido equacionada para serventia da cidade, quer servindo de tripa para o Metro, quer requalificada para passeio público. Pelos túneis que se sucedem no seu percurso, não há quem acenda uma luz.
E depois de ultrapassado o degrau da linha do caminho-de-ferro que liga São Bento a Campanhã, chegamos seguros à Rua Gomes Freire, antiga Rua do Wellesley, por onde as tropas inglesas terão penetrado no Porto aquando das Invasões Francesas.
Aí, no topo da escadaria, temos a percepção firme de que alguém se esqueceu deste lugar, onde a paisagem do Douro serpenteando encaixada, ainda impressiona quem verdadeiramente a observa. O sentimento bucólico que norteia este momento é desmoronado pela passagem rápida do cavalo de ferro que subitamente aparece sob o chão das Fontainhas.
O Colégio dos Órfãos, que espreita lá ao fundo, foi espectador atento dos últimos cem anos de construção deste lugar. Ele, que foi ocupar o espaço do antigo Seminário, na quinta do Prado, destruído durante as Guerras Liberais, vigia sisudo e altivo o eterno e vizinho movimento constante de locomotivas na vertente. Por onde outrora a Quinta da Fraga se estendia, cresceu o Porto Industrial de final de oitocentos, das tecelagens e dos curtumes, erguido pelos migrantes da linha do Tua, e que hoje jaz definhando lentamente, junto ao cemitério do Prado do Repouso, nas esquinas da Praça da Alegria e nas ilhas de São Victor.
A proximidade de São Lázaro será capaz de reavivar milagres bíblicos e reerguer este lugar? JRP
P.S. – O título deste post é inspirado num brilhante artigo do Professor José Alberto Rio Fernandes numa edição antiga da fundamental revista "O Tripeiro". Nesta mesma publicação, tive o privilégio de, em co-autoria com o referido professor, escrever um artigo sobre “A Marginal do Porto da Ponte D. Luís I ao Freixo”, na edição de Setembro deste ano. Humildemente, aconselho a todos os que se interessam pela cidade Invicta a leitura deste artigo e, já agora, a assinatura daquela que é a publicação mais importante e mais completa sobre a cidade do granito.
 

Do Porto, pelo Porto, para o Mundo.
A Praça Nova está de volta!
Que trema o país...
Blog gerido por Jorge Ricardo Pinto (JRP) e Mário Bruno Pastor (MBP). Qualquer dúvida, insulto, comentário ou tentativa de extorsão, contactar: aliados.blog@portugalmail.pt

Arquivo
2004/04/11 - 2004/04/17 / 2004/04/18 - 2004/04/24 / 2004/04/25 - 2004/05/01 / 2004/05/02 - 2004/05/08 / 2004/05/09 - 2004/05/15 / 2004/05/16 - 2004/05/22 / 2004/05/23 - 2004/05/29 / 2004/05/30 - 2004/06/05 / 2004/06/06 - 2004/06/12 / 2004/06/13 - 2004/06/19 / 2004/06/20 - 2004/06/26 / 2004/06/27 - 2004/07/03 / 2004/07/04 - 2004/07/10 / 2004/07/11 - 2004/07/17 / 2004/07/18 - 2004/07/24 / 2004/07/25 - 2004/07/31 / 2004/08/01 - 2004/08/07 / 2004/08/08 - 2004/08/14 / 2004/08/15 - 2004/08/21 / 2004/08/22 - 2004/08/28 / 2004/08/29 - 2004/09/04 / 2004/09/05 - 2004/09/11 / 2004/09/12 - 2004/09/18 / 2004/09/19 - 2004/09/25 / 2004/09/26 - 2004/10/02 / 2004/10/03 - 2004/10/09 / 2004/10/10 - 2004/10/16 / 2004/10/17 - 2004/10/23 / 2004/10/24 - 2004/10/30 /

ADETURN
AEP
Agenda do Porto
ANE
ANJE
APOR
Área Metropolitana do Porto
Arquivo Distrital do Porto
Associação Comercial do Porto
Associação das Universidades da Região Norte
Associação do Porto de Leixões
Associação de Amigos dos Animais do Porto
Ateneu Comercial do Porto
Boavista Futebol Clube
Câmara Municipal do Porto
CCRN
Coliseu do Porto
Conservatório de Música do Porto
DREN
Eixo Atlântico
Exponor
Fantasporto
Federação Académica do Porto
Feira do Livro do Porto
FDZHP
Fundação Serralves
Futebol Clube do Porto
Governo Civil do Porto
Instituto Politécnico do Porto
Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto
Instituto Orff do Porto
Jornal de Notícias
Jornal Digital do Norte
Jornal Voz Portucalense
Metro do Porto
ntv
O Comércio do Porto
O Jogo
O Norte Desportivo
O Primeiro de Janeiro
Palácio da Bolsa
Porto Convention Bureau
Porto de Partida
Porto Digital
Porto Tours
Porto Turismo
Porto XXI
Porto 2001 - Casa da Música
Rádio Nova
SMAS
Sport Club do Porto
Sport Comércio e Salgueiros
STCP
Teatro de Marionetas do Porto
Teatro Nacional São João
Tribunal da Relação do Porto
Universidade do Porto

Blogs
A Baixa do Porto
A bordo
Abrupto
A Chama do Dragão
Acuso! "1"
Adufe.pt
Alberto Velasquez
A Montanha Mágica
A Nicotina do Sonho
A Outra Margem
Avatares de um Desejo
Aviz
Azia do dia
Barnabé
Bateria da Vitória
BioTerra
Blasfémias
Blog de Esquerda (II)
Blogoexisto
Blogopédia
Bloguida
Cabo Raso
Carago... sim, Carago!
Causa Liberal
Cine-Teatro Avenida
Comboio Azul
cravo e canela
Critica do Norte
Cruzes Canhoto
Curva
Daedalus
desNorte
Dias com Árvores
Do Portugal Profundo
Educação Accionária
encapuzado extrovertido
Esperança Portista